Por Gudni Gudnason

“Cada novo começo vem do fim de algum outro começo.” – Lucius Annaeus Seneca

Queridos companheiros de viagem através do tempo,

Como muitos de vocês sabem, nós aqui na Escola Moderna de Mistérios estamos passando por uma grande transição, um momento de magia da alquimia – transmutação levando a transformação. É um momento emocionante, mas para alguns, é também um tempo confuso. As sementes foram plantadas e como sempre no jardim, o inverno chegou e agora estamos na primavera, esperando a floração, quando a nossa colheita é mostrada na sua plenitude. A Revelação de um Novo Paradigma tem causado uma Revolução no Pensamento,  que se tornou um Processo de Progressão que está agora nos levando a um novo e melhor futuro.

A Vida é um ciclo, um começo com um período de progressão no meio e, em seguida, um fim que leva a um outro começo. Nossas vidas  mostram este ciclo de muitas formas, tanto em nossos padrões de pensamento, como na forma como vivemos a nossa vida física. A vida da Escola Moderna de Mistérios está agora em tal transição e estamos vendo muitas mudanças na forma como fazemos as coisas. Mudanças que afetam a todos nós de muitas maneiras, mas como sempre, vamos manter a linhagem sagrada pura e não poluída, limpo do dogma indesejado e desnecessário.

steiner

Através do tempo, vemos a linhagem Escola de Mistérios passar por muitas mudanças, desde os tempos do rei Salomão, que é de apenas 3000 anos atrás. A Escola de Mistérios surgiu através do tempo e seu início pode ser rastreado até ao início dos seres humanos, em uma história da criação, à época do Jardim do Éden, quando os seres humanos aprenderam que todas as respostas vêm de dentro. A fonte da tradição Escola de Mistérios está nesse fato, e isso nos leva à conclusão de que todas as coisas estão dentro de nós e o que todos nós precisamos é fazer as perguntas certas. Era o nascimento do que hoje chamamos a Kabbalah, a ciência essencial do estudo da mente e nossa condição humana.

Quando soubemos essa coisa incrível, centenas de milhares de anos atrás, nos tornamos  mais do que seres humanos e nós subimos acima das condições que haviam dito que tínhamos de viver. Nós nos tornamos deuses na terra, mas depois nos esquecemos disso e entramos em uma nuvem de ignorância da nossa verdadeira natureza. Nós caímos em um sono e nossa consciência do que somos tinha ido embora. Mas, há uma boa notícia: ESTAMOS DE VOLTA! E nós aprendemos muito na viagem através desta escuridão da ignorância. A raça humana está se movendo em direção a um novo mundo cheio de energia positiva e ideias. Temos tomado a bandeira da Compaixão novamente e recuperada a nossa glória antiga veremos o surgimento de um admirável mundo novo!

Agora é o momento para nós, os seres humanos, se levantar e dizer: EU NÃO MAIS VOU PERMANECER NA ESCURIDÃO! Uma nação sob o céu que se levanta e toma o controle do mundo que criamos. É importante para todos os humanos tornarem-se reconhecidos e serem vistos como partes importantes do conjunto. Nós, como os indivíduos, devemos compreender a nossa compaixão e origem divina para que possamos criar um mundo de paz e harmonia. Quando fazemos isso, o mundo muda rapidamente, assim como a necessidade de exércitos e polícias desaparecem lentamente. Quando a ganância e busca pelo poder vão se tornando uma coisa do passado, vamos nos tornando vizinhos gentis e compassivos para o universo que nos rodeia. Isso agora está mostrando-se em tantas expressões no Planeta Terra,  começando com a revolta no Egito há alguns anos e uma série de eventos em todo o planeta que nos mostra a revolta do povo. Estamos voltando, fazendo a afirmação de que somos importantes, que precisamos todos sermos lembrados.

Todas as pessoas espirituais no Planeta Terra sentiram a mudança que foi se sucedendo durante algum tempo no planeta. Os primeiros sinais dessa mudança começaram há mais de 100 anos atrás, em todo o planeta. Tantas coisas mudaram: o Japão abriu-se à influência estrangeira, a China se livrou de seu imperador, a Europa começou a revolução industrial, etc. Nós também começamos a sentir essa mudança de uma forma significativa durante os anos 60, quando vimos a ascensão da “Flower Power Children “. Isso marcou o começo de uma era de evolução que trouxe a mudança para o mundo de uma maneira muito tangível. Os velhos hippies entraram no mundo corporativo, depois de perceberem que todas as flores murcharam e que através do trabalho dentro das corporações e governos poderiam revolucionar a forma como as coisas são feitas. Estas crianças questionaram o sistema e criaram uma nova forma de pensamento.

Esta pensamento penetrou na sociedade e hoje, este novo pensamento criou uma Revelação que levou a uma Revolução que tornou-se um Processo de Progressão. Este sistema RRPP é aquele que a tradição da Escola de Mistérios tem criado há milhares de anos neste planeta, e agora nos atingiu como uma tonelada de tijolos, pronto para criar uma nova sociedade mais uma vez, que é a última para este planeta . Uma sociedade que chamamos Shamballah, de acordo com a lenda tibetana antiga do mundo de paz, onde ninguém envelhece ou está sempre doente. Onde não há exército ou a necessidade de uma força policial e de fato ninguém é violento ou de qualquer malícia. Este novo mundo é um mundo perfeito e isso só pode vir de um mundo imperfeito. Este mundo acaba e um novo começa!

O plano da antiga Escola de Mistérios tem sido sempre  criar O NOVO Shamballah, com o auxílio de Sanat Kumara e agora é o momento para que o trabalho comece. A nossa missão tem sido sempre a mesma, cumprir essa profecia e estabelecer as bases para um mundo perfeito. Nós somos a Família da Paz e somos Humanitários, como nós somos Trabalhadores da Luz, nós nos preocupamos com este mundo e todos os seus habitantes.

Nós, na Escola Moderna de Mistérios, terminamos com a nossa missão temporária de 05 de maio e agora vamos começar de novo com a nossa missão principal. Este é realmente um momento emocionante, conforme estamos envolvidos em um trabalho que irá moldar o próprio tecido da nossa sociedade e, assim, criar uma nova forma, um novo mundo. É uma grande honra para todos nós termos sido escolhidos para esta finalidade!

Estamos ansiosos para um tempo de unidade de todos os seres humanos, através da livre expressão do nosso ser interior com a arte, dança, música, moda, ciência e muito mais. Todos os sabores da humanidade devem participar se quisermos ter sucesso na criação deste mundo e todos nós devemos desempenhar nosso papel!

Ei pessoal, vamos nessa!

Amor e Risos,
Gudni Gudnason, RM
Fundador da Escola Moderna de Mistérios

*Texto publicado na revista Magus Magazine.